4 alongamentos para o final de um longo dia de viagem

4 alongamentos para o final de um longo dia de viagem

Viajar frequentemente significa passar períodos prolongados na posição sentada. Além de serem absurdamente desconfortáveis, longos períodos de sentar podem causar problemas de saúde, incluindo coágulos sanguíneos, problemas nervosos como dormência ou formigamento, atrofia muscular em algumas partes do corpo e rigidez muscular em outras.

Demorou milhões de anos para o corpo humano desenvolver sua postura ereta, evoluindo mecanismos biológicos para combater a força da gravidade - na verdade, os corpos humanos realmente utilizam a força gravitacional para seu benefício quando andam. Para ilustrar, imagine uma mola apoiada em uma mesa. Você empurra a mola para 'carregá-la'. Quando você o solta, ele libera toda a energia armazenada e aparece. Nessa analogia, você é a mola e a gravidade é sua mão empurrando para baixo. Cada vez que você dá um passo, a gravidade o empurra, basicamente comprimindo-o como uma mola. Devido aos seus vários alinhamentos articulares, tensões musculares e direções de tração, isso cria um efeito de mola "carregado" que o corpo usa para impulsionar você para a frente passo a passo. É por isso que você pode caminhar quilômetros, mas só pode fazer bíceps rosca com um peso de 10 libras por um punhado de repetições.

Seu corpo, construído para ficar em pé e andar, fica sob forte tensão quando você fica sentado por longos períodos. Os músculos flexores do quadril ficam tensos. Os músculos glúteos param de funcionar. Os músculos do tórax se contraem e toda a parte superior do corpo cai para baixo e para a frente, causando rigidez e imobilidade na região mediana das costas da coluna torácica.

Implementar um regime de alongamento rápido pode compensar muitas das consequências prejudiciais de sentar. Experimente adicionar os trechos abaixo à sua rotina pós-viagem ao chegar ao seu hotel ou destino final. Embora os vídeos apresentem o uso de uma medicine ball, você pode usar um banco, cadeira ou cama como um substituto para essa ferramenta de treino.

1. Alongamento de estocada

Os músculos do quadril controlam e auxiliam em muitos movimentos do corpo. Uma vez que sentar coloca esses músculos em uma posição flexionada e comprimida, esse alongamento deve ser feito primeiro na série. Também é uma boa opção se você tiver uma escala entre os voos.

Observação adicional: se você costuma viajar ou se exercitar de bicicleta, não se esqueça de que ficar sentado no selim terá consequências semelhantes na região do quadril.

2. Alongamento do rotador externo

Os glúteos são indiscutivelmente os músculos mais importantes do corpo. Quando funcionam de maneira ideal, eles mantêm a parte inferior das costas saudável, realizando a maior parte do trabalho durante atividades como corrida e levantamento de peso. Os músculos da parte inferior das costas são muito pequenos e não orientados de uma forma que lhes permita contribuir significativamente para tarefas atleticamente exigentes. Ironicamente, as pessoas com dor lombar geralmente têm músculos lombares mais fortes do que aquelas com lombares saudáveis. Quando os pequenos músculos da parte inferior das costas trabalham muito, eles ficam sobrecarregados além de suas capacidades, resultando em lesões.

Sentar é a maneira mais fácil de arruinar a função do glúteo. Ao alongá-los regularmente, você ajuda a melhorar a circulação em uma área que está sendo constantemente comprimida. O resultado são músculos mais suaves que funcionam muito melhor.

3. Alongamento do peito

Os músculos peitorais podem receber muita atenção na academia, mas raramente recebem o alongamento que merecem. Com o tempo, seu corpo fica "preso" naquela posição sentada caída em grande parte devido ao aumento da tensão nos dois principais músculos da área do peito: o peitoral maior e o peitoral menor.

Da próxima vez que você receber uma massagem pós-viagem, peça um trabalho de peitoral. Você pode sentir um pouco de ternura, mas valerá a pena. Enquanto isso, esse alongamento certamente ajudará. O alongamento dos músculos peitorais também pode ajudar a abrir o peito e tirar a tensão da parte superior das costas e do pescoço.

4. Exercício de mobilidade da coluna torácica

A importantíssima coluna torácica é a parte média da coluna, entre a coluna cervical do pescoço e a coluna lombar da parte inferior das costas.

A coluna torácica é construída para mobilidade, e muita mobilidade. Quando as pessoas se inclinam continuamente para a frente, sua postura se altera com o tempo, resultando na perda de grande parte da flexibilidade inerente à coluna torácica. Com uma coluna torácica imóvel, os movimentos humanos básicos que requerem contribuições significativas da coluna torácica agora devem utilizar outras partes do corpo.

Tente esta experiência: Sente-se bem, ereto e ereto em uma cadeira. Gire a parte superior do corpo para a esquerda e para a direita. Agora, relaxe os ombros e a cabeça para baixo e repita. Ai. Com o tempo, isso significa desastre para outras partes do corpo, como o pescoço e a região lombar.


Assista o vídeo: Alongamento - 10 min para começar o dia