Imagens do Laura Aboriginal Dance Festival

Imagens do Laura Aboriginal Dance Festival

O LAURA Aboriginal Dance Festival é o festival cultural aborígine mais antigo da Austrália. Em 2007 completou 30 anos em Cape York. A celebração mostra a cultura do povo aborígene da Península do Cabo York por meio de apresentações de música e dança. Além de ser uma experiência educacional para os frequentadores do festival, é também uma oportunidade para as famílias aborígenes - muitas das quais foram removidas da área - de se reunir e encontrar novos e antigos membros da família e amigos.

O festival vai de 21 a 23 de junho deste ano.

1

Dançando

O Laura Aboriginal Dance Festival, realizado a cada dois anos na minúscula cidade de Laura em North Queensland, Austrália, é tanto educação quanto celebração.

2

Peregrinação

Um dos maiores encontros dos povos aborígines e das ilhas do Estreito de Torres na Austrália, o evento de três dias é uma peregrinação significativa para mais de 500 artistas e até 5.000 espectadores.

3

As boas-vindas

O festival começa com um tradicional "Welcome to Country" e devolução do escudo do vencedor anterior, e culmina com a dança final.

4

Para todas as idades

Artistas orgulhosos de todas as idades, que viajaram de comunidades remotas de Cape York, como Aurukun, Bamaga, Coen e Lockhart River, se revezam para sacudir, pisar e bater palmas em uma nova fatia da história para as gerações vindouras.

5

Adorno espiritual

A argila branca e a pintura corporal ocre espalhada nos corpos dos dançarinos não se limitam à expressão artística. As linhas e desenhos são meios de comunicação, de regras, tradições e histórias - assim como a própria dança.

6

Histórias de sonho

Não há aplausos ou garotas 'woo' para lutar neste festival. Um silêncio respeitoso cobre a multidão - uma antecipação audível - perfurada pelos trinados distintos de palmas e sons de didgeridoos estrondosos. As histórias do Dreamtime são traduzidas por meio de dança, percussão e música.

7

Solo Sagrado

Neste terreno sagrado, as famílias encontram parentes - novos e antigos - e passam adiante sua história. É onde os descendentes de aborígenes removidos da área voltam para aprender sobre seus ancestrais.

8

Pulando

Esta terra, a cerca de 140 quilômetros a oeste de Cooktown, é um local sagrado e respeitado de bora (local da cerimônia) e serviu de palco para este importante encontro por 20 anos.

9

Arte do rock

O município de Laura vive entre algumas das artes rupestres mais antigas e primitivas, listadas pela UNESCO como um dos 10 melhores locais do mundo. Locais selecionados, como a Giant Horse Gallery - assim chamada por causa do cavalo de seis metros de comprimento que domina a saliência do penhasco de arenito - podem ser acessados ​​por meio de passeios com guias aborígenes locais.


Assista o vídeo: MSB NAIDOC Pormpuraaw and Kowanyama dancers